Terça-feira, 22 de Março de 2011

O ESTREITO, SUA LOCALIZAÇÃO. (Continuação)

 

O Estreito (1) viveu muitos séculos encravado entre densos pinhais, a sua principal riqueza, no mais negro isolamento, sobretudo antes dos acontecimentos aqui relatados. De algumas estreitas veigas dispersas nos vales, parcamente foi retirando milho, feijão, vinho, azeite, resina, a que juntou a pastorícia de numerosos rebanhos e o trabalho sazonal das mondas, da azeitona e algum emprego na criadagem de quintas do Olival, Seiça e Ourém e de lavradores mais ou menos abastados nas cercanias. Muito pouca a emigração, notada nos finais do século XIX. Simples e humilde povo, muito isolado, sem estradas nem qualquer outra espécie de comunicações, viveu séculos de solidão perdido e ignorado entre essas extensas matas de pinho. A partir de 1861, dividiu-lhe as terras a via-férrea do Norte, quebrou-lhe o isolamento e rasgou-lhe o silêncio o bulício dos trabalhos da sua implantação e depois o comboio. Porém, a civilização passava-lhe a fugir ali ao lado, porque estradas transitáveis que substituíssem caminhos primitivos era o que lhe faltava. Hoje tapetes de asfalto desdobram-se até e pelo meio de cada aldeia, depois de arcar penosamente com séculos de atraso de que as péssimas comunicações faziam parte emblemática. Os tradicionais burricos possibilitavam a deslocação, quando não a pé, vencendo enormes distâncias. O ancestral carro de bois de rodados e eixos de pau para os carretos mesmo a grandes distâncias e caminhos por onde ficou muita vida, rios de suor e heróicos esforços. Roncavam estridentes os eixos carregados ecoando no silêncio das matas misturado com os tintinábulos dos rebanhos pelas quebradas. E assim foi o habitante do Estreito arrancando do corpo cansado dos duros trabalhos da terra e da fé annazenada na alma, oceanos de forças para celebrar o culto nos domingos e dias santos.Desde cerca de 1190, na paroquial, no «Adro de Santa Maria»,. a partir de 1527 na capela da Senhora da Piedade de Urqueira; pouco depois, na do Resouro. A partir de 1687, no Estreito, na capela erguida no centro do povoado, em honra de Nossa Senhora do Testinho, graças ao Conde de Castelo Melhor, em cumprimento da promessa pelo milagre da Virgem Mãe mandando-a erguer e instituindo-lhe capelão a expensas de dotação legada.

 

1 Estreito tem origem topográfica na medida em que se refere a passagem,caminho, entre montanhas ou desfiladeiro.

 

Texto de David Simões Rodrigues.

 

 




sinto-me: Como bom português, socretino!
publicado por MaiaCarvalho às 20:11
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De MaiaCarvalho a 22 de Março de 2011 às 21:40
Não me entendo com a maneira como o SAPO usa as funções de copiar um texto que ecrevi num editor comum e quero colar no Blogue. Sai sempre desalinhado, com um tipo de letra que não gosto com cores ou tabulações que ele assume a seu belo prazer. Se isto continuar assim vou mudar o blogue para o domínio Blogspot. Permite um dominio muito mais fácil sobre a maneira como quere«mos publicar. As minhas desculpas aos leitores oelas disparidades no formato dos textos.

































































































































































































































































































Este próprio comentário está a ser modificado à medida que escrevo. Nem consigo emendar os erros. Abóbora para o Sapo.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. 2. SUMÁRIA NOTÍCIA DO ASS...

. A VIDA HERÓICA DO POVO DO...

. O ESTREITO, SUA LOCALIZAÇ...

. 1. O ESTREITO, SUA LOCALI...

. NOSSA SENHORA DO TESTINHO

. CRÉDITOS RESTANTES

. REGRESSO AO TESTINHO

. A IGNORÂNCIA TEM DESTAS C...

. Pormenor de uma Gravura d...

. Igreja de Santa Maria do ...

.arquivos

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds